quinta-feira, 5 de março de 2009

Um tiro dado para cima pode matar?

Sempre tive essa curiosidade. Ouvindo "algumas poucas vezes" na TV notícias sobre troca de tiros entre policiais X bandidos, bandidos X bandidos e agora a nova moda, policiais X policiais. Essas notícias aguçavam minha curiosidade: "Será que quando eles atiram para cima, quando a bala cair e atingir alguém, esse alguém pode morrer?"

Pois é, fuçando hoje na net, encontrei minha resposta: Ela é puramente FÍSICA.

Segundo o professor Sérgio Morelhão, do Instituto de Física da USP - "Depende do ângulo em que a arma é apontada, mas uma bala caída do céu pode até matar! No caso de um tiro dado precisamente para cima, num ângulo de 90 graus, o projétil pode machucar, mas dificilmente matar. É que, por causa da resistência do ar, a bala volta a uma velocidade menor que aquela da hora do disparo. O pipoco de uma arma comum, como um revólver calibre 38, chega ao solo a cerca de 250 km/h – abaixo dos 350 km/h, o mínimo necessário para perfurar o tecido humano. Mas, dependendo do desenho da bala, não tem escapatória. Para um projétil com aerodinâmica parecida com a de uma bala de fuzil AR-15, a velocidade de impacto será superior a 350 km/h, mesmo no tiro vertical."

Agora veja só o estrago causado por disparos de uma arma calibre 38 em diferentes ângulos

No tiro dado exatamente para cima, num ângulo de 90 graus:
A bala sai do trezoitão a quase 1 050 km/h. Assim que sai do cano, a bala começa a desacelerar, por causa da força da gravidade e da resistência do ar, até atingir velocidade zero – a cerca de 720 m de altura, quando começa a cair. É difícil prever o ponto de chegada do balaço. Isso ocorre porque o vento altera a trajetória do projétil, que pode cair a dezenas de metros do local do disparo. Durante a queda, a resistência do ar segura o tranco, impedindo que o pipoco chegue ao solo com a mesma velocidade com que saiu. Cerca de 25 segundos após o disparo, a bala volta, a uns 250 km/h. Não é um valor letal – ou seja, acima dos 350 km/h –, mas o baque é forte e pode até matar!

Se o disparo for dado a 45 graus:
A velocidade final será de cerca de 230 km/h – inferior aos mortais 350 km/h. Mas, nessa inclinação, o risco de o balaço atingir alguém enquanto sobe a toda é maior.

No tiro dado com a arma a cerca de 5 graus:
Aí não tem saída: o projétil chega ao solo com velocidade letal. Isso depois de percorrer até 500 m. Ou seja, dificilmente não vai pegar algum desavisado pelo caminho...

Ainda bem que Aracaju não é tão violenta. Mesmo assim deixo um singelo recado para meus amigos, inclusive os que moram em São Paulo ou no Rio de Janeiro, (cidades calmas) -> Uma boa saída para vocês é andar com um guarda-chuva de aço.


:-P

2 comentários:

Armando Maynard disse...

Prezada Luana,isso sem falar do ricochete, quando a bala se choca em algum obstáculo. Quanto a Aracaju, de acordo com o noticiário, não vai demorar a ficar igual as outras capitais em matéria de violência, pois proporcionalmente já é. Infelizmente a tendendência é piorar, pois a segurança em nosso estado está o caos. Ontem mesmo(6 de março), no fundo da Delegacia Plantonista, aquí no Bairro São José, bem próximo ao Hiper, uma senhora foi assaltada as 18 horas, com carros e pessoas transitando pelas ruas. "Estamos roubados". Um abraço, Armando.

Luana Mendes disse...

Realmente Aracaju está ficando violentissima, a segurança pública ñ funciona e a particular? É muito cara para mim, por isso temos que andar atentos...